Efectividade do sistema de triagem telefónica Saúde 24 Pediatria num serviço de urgência pediátrica

Autores

  • Sílvia Soares Interna do Internato Complementar de Pediatria. Hospital São Francisco Xavier, Lisboa
  • Arlindo Aidos Assistente Graduado de Pediatria. Hospital São Francisco Xavier, Lisboa
  • Miguel Rodrigues Assistente Hospitalar de Neurologia. Hospital de São Bernardo, Setúbal
  • José Guimarães Director do Serviço de Pediatria. Hospital São Francisco Xavier, Lisboa

DOI:

https://doi.org/10.32385/rpmgf.v22i4.10263

Palavras-chave:

triagem telefónica, urgência pediátrica, justificação de recurso

Resumo

Objectivos: Avaliar a efectividade da triagem telefónica efectuada pelo Serviço Saúde 24 na urgência pediátrica do Hospital São Francisco Xavier (HSFX). Material e métodos: Estudo retrospectivo tipo caso-controlo em Lisboa, no HSFX. A população estudada foi constituída por crianças dos 0 aos 14 anos que recorreram à urgência pediátrica entre 1 de Outubro de 2001 e 31 de Janeiro de 2002. Foram avaliados 106 verbetes de urgência, referenciados pelo Serviço Saúde 24. Seleccionaram-se, no mesmo período de tempo, 106 controlos, emparelhados para o escalão etário e semana de recurso à urgência. Casos e controlos foram revistos por 2 médicos de Pediatria. Resultados: Da análise dos motivos de recurso ao serviço de urgência resultou a exclusão de 9 pares caso-controlo, sendo a população final constituída por 194 indivíduos. Tanto para os casos como para os controlos, verificou-se predomínio do sexo masculino e dos escalões etários 2-6 e 1-2 anos. A percentagem de vinda à urgência não justificada foi de 59% e 43%, respectivamente nos grupos controlo e Saúde 24, com diferença estatisticamente significativa. O diagnóstico mais frequente foi a Infecção Respiratória Superior (IRS). A comparação entre o diagnóstico final e a adequação de recurso à urgência mostrou que os doentes com IRS e Doença Gastrointestinal no grupo controlo recorrem aproximadamente mais 5 vezes de forma injustificada à urgência que os casos. A Linha Saúde 24 foi igualmente sensível à adequação de referenciação das Infecções Respiratórias Inferiores (IRI), embora sem diferença para os controlos. Conclusões: O Serviço Saúde 24 contribui para o descongestionamento das urgências pediátricas ao referenciar apenas uma pequena percentagem de crianças triadas. Contudo, grande parte dos doentes referenciados não apresenta patologia que justifique a sua vinda à urgência hospitalar, reflectindo as limitações de qualquer triagem baseada em dados subjectivos fornecidos pelos pais.

Downloads

Publicado

2006-07-01

Como Citar

Soares, S., Aidos, A., Rodrigues, M., & Guimarães, J. (2006). Efectividade do sistema de triagem telefónica Saúde 24 Pediatria num serviço de urgência pediátrica. Revista Portuguesa De Medicina Geral E Familiar, 22(4), 433–42. https://doi.org/10.32385/rpmgf.v22i4.10263

Edição

Secção

Investigação Original