Levedura vermelha do arroz e berberina no tratamento da dislipidemia: qual a evidência?

Autores

  • Catarina Borges Médica Interna de Medicina Geral e Familiar. Unidade de Saúde Familiar Brás-Oleiro, ACeS de Gondomar
  • Sara China Médica Interna de Medicina Geral e Familiar. Unidade de Saúde Familiar Brás-Oleiro, ACeS de Gondomar
  • Sofia Carrapa Médica Interna de Medicina Geral e Familiar. Unidade de Saúde Familiar Brás-Oleiro, ACeS de Gondomar
  • Vânia Teixeira Médica Interna de Medicina Geral e Familiar. Unidade de Saúde Familiar São Pedro da Cova, ACeS de Gondomar

DOI:

https://doi.org/10.32385/rpmgf.v32i1.11688

Palavras-chave:

Colesterol-LDL, Triglicerídeos, Levedura vermelha do arroz, Berberina.

Resumo

Objetivo: Determinar se a levedura vermelha do arroz (LVA) e a berberina (BBR) são eficazes na redução do colesterol-LDL (C-LDL) e dos triglicerídeos (TG). Fontes de dados: PubMed e bases de dados de medicina baseada na evidência. Métodos de revisão: Pesquisaram-se guidelines, meta-análises (MA), revisões sistemáticas (RS), ensaios clínicos aleatorizados controlados (ECAC) e estudos observacionais nas línguas inglesa, portuguesa e espanhola. Utilizaram-se os termos MeSH (cholesterol, LDL, triglycerides, red yeast rice e berberine) e foram selecionados os artigos publicados entre janeiro de 2003 e janeiro de 2014 que incluíssem indivíduos com idade igual ou superior a 18 anos e dislipidemia não familiar. Avaliaram-se os níveis de evidência (NE) e atribuíram-se as forças de recomendação (FR), utilizando a escala Strength of Recommendation Taxonomy (SORT), da American Academy of Family Physicians. Resultados: Dos 34 artigos obtidos, 10 cumpriam os critérios de inclusão. Uma MA, duas RS, quatro ECAC e um estudo observacional retrospetivo (EOR) evidenciaram a eficácia da LVA na redução dos níveis de C-LDL (NE 3). Os TG também foram eficazmente diminuídos pela LVA na MA, numa das RS e num dos ECAC (NE 3). A BBR demonstrou ser eficaz na redução do C-LDL e dos TG na MA/RS em que foi analisada (NE 3). A associação das duas substâncias, avaliada num ECAC, também reduziu de forma significativa o C-LDL. Conclusões: A evidência disponível relativamente à redução dos níveis de C-LDL e dos TG com a administração da LVA e/ou BBR foi considerada limitada (FR C). Assim, antes de se recomendarem estas substâncias no tratamento da dislipidemia são necessários mais estudos de elevada qualidade metodológica que demonstrem o seu benefício e segurança, além de uma maior regulamentação da sua produção e comercialização.

Downloads

Publicado

2016-02-01

Como Citar

Borges, C., China, S., Carrapa, S., & Teixeira, V. (2016). Levedura vermelha do arroz e berberina no tratamento da dislipidemia: qual a evidência?. Revista Portuguesa De Medicina Geral E Familiar, 32(1), 38–46. https://doi.org/10.32385/rpmgf.v32i1.11688