Terapêutica em cuidados de saúde primários numa população rural do distrito de Faro.

Autores

  • Armando De Medeiros Assistente Graduado de Clínica Geral do Centro de Saúde de Faro
  • Ana Costa Assistente Graduado de Clínica Geral do Centro de Saúde de Faro
  • Ana Magalhães Assistente de Clínica Geral do Centro de Saúde de Loulé
  • Eduarda Luzia Assistente de Clínica Geral do Centro de Saúde de Loulé
  • Helena Gonçalves Assistente Graduado de Clínica Geral do Centro de Saúde de Faro

DOI:

https://doi.org/10.32385/rpmgf.v16i4.9799

Palavras-chave:

Antibióticos, Cuidados Primários, ICPC, Terapêutica

Resumo

Objectivo: 1. Caracterizar a prescrição médica, em cuidados de saúde primários, numa população rural do distrito de Faro; 2. Caracterizar os antibióticos sistémicos prescritos e os motivos de consulta e diagnósticos que levaram à sua prescrição. Métodos: Estudo descritivo transversal efectuado em 2 freguesias rurais do distrito de Faro, através do registo e codificação de variáveis (idade, sexo, tipo de encontro, motivo de consulta, diagnóstico e terapêutica medicamentosa), utilizando a ICPC e a ICPC Classification of Drugs. A colheita de dados foi feita durante 3 meses consecutivos, através de uma amostra de conveniência. Resultados: Foram prescritos 1,5 medicamentos por consulta; 77% dos encontros levaram à prescrição terapêutica; 15,5% dos diagnósticos «novos» não conduziram à prescrição de qualquer medicamento; o grupo anatómico mais prescrito foi o Sistema Cardiovascular, com 24% do total da medicação e os grupos químicos mais prescritos foram AINE (8,2%) e Benzodiazepinas (5,6%). Durante o estudo prescreveu-se um antibiótico por cada 13 consultas, sendo 41% desses antibióticos penicilinas ou derivados. Os diagnósticos que mais frequentemente conduziram a antibioterapia pertencem aos Capítulos Respiratório e Urológico. O grupo químico mais prescrito, em relação à prescrição de antibióticos, foi Penicilinas (sensíveis à b-lactamase). Discussão: O presente trabalho conduziu a alguns resultados semelhantes aos verificados na literatura, nomeadamente em relação à percentagem de encontros em que houve prescrição terapêutica e aos grupos químicos mais prescritos mas, em relação à antibioterapia, mostrou uma prescrição mais diversificada do que parecem ser as tendências de prescrição noutros países.

Downloads

Publicado

2000-07-01

Como Citar

Medeiros, A. D., Costa, A., Magalhães, A., Luzia, E., & Gonçalves, H. (2000). Terapêutica em cuidados de saúde primários numa população rural do distrito de Faro. Revista Portuguesa De Medicina Geral E Familiar, 16(4), 279–90. https://doi.org/10.32385/rpmgf.v16i4.9799

Edição

Secção

Investigação Original

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)