O médico de família do futuro: três modelos de actuação, cinco atributos e cinco aptidões essenciais - parte II

Autores

  • Luís Rebelo Professor Auxiliar de Medicina Geral e Familiar da Faculdade de Medicina de Lisboa. Médico de Família do Centro de Saúde de Alvalade.

DOI:

https://doi.org/10.32385/rpmgf.v17i3.9841

Palavras-chave:

Perfil Profissional, Médico de Família, Modelos de Actuação

Resumo

O autor tendo por base a definição de Leeuwenhorst de Clínico Geral e o conteúdo da proposta de redefinição do perfil profissional de Olesen e outros discorre, numa Parte I do artigo, sobre três modelos de actuação do médico de família para o Século XXI - o modelo clínico, o modelo de gestão e o modelo cívico. Numa Parte II, igualmente, apresenta cinco atributos emergentes e cinco aptidões essenciais do profissional médico que ao nível dos cuidados de saúde primários o caracterizam e lhe perspectivam a acção

Downloads

Publicado

2001-05-01

Como Citar

Rebelo, L. (2001). O médico de família do futuro: três modelos de actuação, cinco atributos e cinco aptidões essenciais - parte II. Revista Portuguesa De Medicina Geral E Familiar, 17(3), 249–54. https://doi.org/10.32385/rpmgf.v17i3.9841

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>