[1]
Henriques, S. 2008. Infecções respiratórias altas: Os doentes querem uma explicação, não uma prescrição. Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar. 24, 4 (Jul. 2008), 541–2. DOI:https://doi.org/10.32385/rpmgf.v24i4.10541.